Técnicas de coaching podem ajudar jovens a escolherem carreira e adquirir maior foco profissional

Processo promove o autoconhecimento, aprimora talentos e fortalece valore e crenças importantes para a fase de transição para a vida adulta

Em um mundo aonde a informação chega em proporções e velocidade cada vez maiores, ser adolescente e definir os primeiros passos profissionais pode ser uma tarefa complexa. Uma nova opção para jovens estudantes, que ainda não sabem qual profissão seguir, é procurar ajuda de um especialista em coaching, metodologia que aplica técnicas de desenvolvimento humano e profissional capaz de aprimorar as habilidades e talentos pessoais.

O processo, com comprovações científicas da aplicação, apresenta técnicas que facilitam o autoconhecimento dos adolescentes e jovens, auxiliando o estudante a identificar os seus talentos, valores, e crenças, para aplicar em sua futura carreira e ajudar na escolha da profissão ideal, tendo em vista os interesses pessoais.

A Master Coach Trainer Nadir Paes, formada em psicologia, trabalhou por duas décadas na área de recursos humanos e atua há mais de cinco como Coach no Brasil, sendo uma das pioneiras do programa no País. Para a especialista, os resultados e benefícios do Coaching são visíveis em adolescentes dispostos a aceitar ajuda profissional.

Segundo ela, o processo já é aplicado com sucesso em estudantes com idades entre 12 e 20 anos. “Se houver interesse em se conhecer melhor e em aprimorar competências, fica mais fácil atingir os objetivos. É importante ser uma decisão consciente, pois abertura e a permissão em vivenciar o processo podem predizer o sucesso e os resultados”, defende Nadir.

A psicóloga ressalta que o processo de coaching para jovens tem ferramentas capazes de gerar uma reflexão tanto sobre as próprias aptidões como sobre o mercado e a remuneração desejada.“A escolha de uma profissão baseada primeiramente no retorno financeiro, poderá levar o jovem a ter dificuldade em se desenvolver e a gerar frustrações futuras. Todo profissional precisa gostar do que faz para ser diferenciado e bem sucedido financeiramente” ressalta.

Durante o processo de Coaching o jovem é convidado a fazer algumas tarefas como: leituras e pesquisas sobre as profissões de interesse. Também são realizadas entrevistas e conversas com profissionais experientes e alguns recém-formados. Através destas atividades é possível conhecer particularidades das áreas de interesse e ponderar se existe compatibilidade com os objetivos e desejos do indivíduo.

Educação familiar

O apoio familiar também é um importante alicerce para a escolha profissional de todo estudante. Sendo assim, os pais também podem ajudar no processo de avaliação e escolha da futura profissão. A especialista recomenda que os pais estejam presentes e disponíveis para conversas sobre mercado profissional, já que mesmo com o apoio do coach ou do orientador vocacional, o exemplo dentro de casa tem uma parcela significativa nas decisões dos filhos.

“Alguns estudantes costumam se queixar que os seus pais não os ouvem realmente. E essa capacidade de ouvir na essência e criar empatia, colocando-se no lugar do outro é uma dificuldade do ser humano em geral”, diz Nadir, que acrescenta: “para ajudar os filhos, os pais devem estar presentes, convidá-los e incentivá-los a descobrirem seus gostos, talentos, habilidades, interesses e aptidões”.

Aos mais inseguros, a especialista não recomenda seguir profissões da moda, pois esse tipo de decisão pode ser mais cômodo, mas com alto risco de frustração ao longo dos anos. “Há uma grande tendência de profissões com foco nas pessoas nos próximos cinco a dez anos. Portanto as empresas darão mais atenção aos projetos de recursos humanos, e as profissões e carreiras ligadas ao desenvolvimento humano, treinamentos poderão ser bastante solicitadas”, pondera.

Tratando-se de moda ou tendências, as carreiras com maior demanda de mercado para este ano em sete diferentes áreas foram mapeadas e mostradas na pesquisa feita pela empresa de recrutamento Robert Half. De acordo com o levantamento, os cargos em alta são: gerente contábil, gerente de riscos, gerente de vendas, gerente de marketing, engenheiro de vendas, gerente comercial/novos negócios e advogado sênior especializado em consultivo tributário.

 

 

 

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *