A prova de fogo

7112027

O Filme A prova de Fogo é muito emocionante e nos traz muitos ensinamentos sobre as relações humanas, notadamente sobre o relacionamento entre casais. O filme retrata uma triste realidade de um casamento fragmentado. Embora trate da história de um casal em crise, este filme deve ser visto por todas as pessoas, sendo elas casadas ou não, em crise ou não.

O filme conta a história de um capitão do corpo de bombeiros que enfrenta uma grande crise em seu casamento. Este filme nos proporciona uma clara visão sobre tudo que ocorre na vida dos casais que começam a ter conflitos de relacionamento. Diante das muitas discussões, brigas, acusações, o casal começa a perder admiração e o respeito um pelo outro, e assim tudo pode desmoronar.

Na história Catherine sente-se insatisfeita com seu casamento, porque acha o seu marido insensível que não lhe dá atenção e não se dedica tanto a vida familiar, e que sim se preocupas muito mais com seu trabalho. Enquanto Caleb sente que a sua esposa não demonstra nenhum respeito pelas horas que ele passa trabalhando e pela paixão que ele tem pela sua profissão de bombeiro. Então sua esposa cansada da situação, pede o divórcio e eles começam a viver uma situação muito triste dentro de casa, tratando um ao outro como estranhos.

Caleb que a ama muito a sua esposa se sente desesperado por imaginar que vai perdê-la. Assim como acontece em um Processo de Coaching ele deseja sair desta situação de crise e adversidade e vai pedir conselhos ao seu pai, dizendo que não agüentava mais a esposa, devido a sua falta de respeito por ele. Seu pai pede para que ele fique calmo e lhe oferece ajuda, dando a ele um caderno com 40 páginas e 40 tarefas, as quais deveriam ser executadas diariamente como um desafio, assim poderia trazer de volta a paz do seu casamento.

Como um Coachee disposto a alcançar seu objetivo de reconquistar sua esposa, Caleb aceita o desafio proposto pelo seu pai e começa a realizar as tarefas solicitadas diariamente. Inicialmente ele tem algumas dificuldades, pois coloca toda culpa da situação em Catherine, fazendo-se de vítima. Os primeiros dias foram difíceis, pois ele não estava entregue de coração aberto, simplesmente vinha cumprindo as tarefas que estavam escritas, e assim não conseguia também tocar o coração de sua esposa, que nem notava o que ele fazia de novo.

Catherine dá andamento no processo de divorcio e diz a Caleb que não o ama mais, e que não adianta mais ele tentar agradá-la. Caleb desesperado novamente procura seu pai, e então seu pai lhe pede mais um pouco de paciência e explica que para ele conhecer verdadeiramente o que é amar, seria necessário primeiramente amar a Deus e a si mesmo. Agora Caleb continua as tarefas com mais amor e dedicação, diariamente cumpre todos os desafios e diante das dificuldades solicitava a Deus que o ajudasse. A partir daí então, Caleb começa a notar a mudança em si, adquirindo a consciência de que o verdadeiro amor transforma.

Ao chegar aos 40 dias do desafio, Caleb teve a coragem de continuar, pois o aprendizado deve ser contínuo, conforme no Processo de Coaching. No 43° dia ele cuida de sua esposa que está doente e conta a ela sobre seu novo relacionamento com Deus e ele pede perdão a ela. Aos poucos sua esposa vai percebendo que o amor não pode ser deixado para trás, que ainda amava Caleb e que seu casamento não poderia acabar assim. Então ela começa a enxergar um homem renovado a sua frente com valores transformados. Catherine o perdoa e volta a admirá-lo e amá-lo e eles começam uma nova vida juntos, fazem os novos votos de união, e assim o verdadeiro amor vence.

No enredo do filme de nossa vida nós também ficamos esperando que o outro mude, ou seja, temos a expectativas que se o outro não mudar seremos infelizes. Esta postura de vítima e de donos da verdade nos faz ter atitudes duras de cobranças e trocas de acusações, e tudo isto são causadores de muita insatisfação nos relacionamentos. E ainda mais, colocamos nos ombros do outro a responsabilidade pelas nossas frustrações e infelicidade. Nós devemos tomar consciência de que a mudança que queremos nas pessoas e no mundo precisa começar em nós mesmos, pois quando promovemos a transformação em nós, a mudança do outro também acontece. A grande verdade é que ninguém muda ninguém, e nós somente mudamos verdadeiramente quando entendemos e sentimos a necessidade de mudar.

Para concluir, todos os acontecimentos do filme podem ser relacionados fielmente a um Processo de Coaching. No filme Caleb encontra-se em crise matrimonial, ou seja, em um estado atual de insatisfação, resolve então buscar ajuda e se compromete, apesar das dificuldades a cumprir todas as tarefas diárias solicitadas pelo seu pai para assim, chegar ao estado desejado, de reconquistar o amor próprio e o amor de sua esposa. O seu pai foi um grande Coach, pois traçou todas as metas e estratégias, e também estava sempre ao lado de Caleb, dando apoio e motivação para que seu filho fosse à diante em busca dos resultados almejados. E o resultado não poderia ter sido melhor, pois assim como no Processo de Coaching foi estabelecida uma grande conexão de amor e uma parceria de confiança e comprometimento entre Coach e Coachee.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Boa tarde,
    Estou passando pela mesma situação do bombeiro! Meu relacionamento de 6 anos chegou ao fim no dia 28 de dezembro e estou em pânico pois sei que a culpa foi minha e temo que não consiga reconquista-lo.
    Sei que fui uma das maiores causadoras dessa minha dor.
    Gostaria muito que ele me desse uma nova chance.

    1. Oi Daniela boa tarde. Me permita como uma Coach te fazer a seguinte pergunta. Que tal você se dar uma nova chance? Buscar entendimento do que aconteceu sem se culpar e sim em aprender com o que houve. Depois deste aprofundamento na sua alma, ver o que foi bom e o que não foi, traçar um novo caminho de novas atitudes e novos comportamentos. Ai sim depois de se dar uma nova chance, talvez pedir a ele uma nova chance. Um abraço!

  2. Olá bom dia
    Me chamo Cláudia e estou nessa situação,minha esposa(ou não)
    Quer muito terminar e eu não quero…estou ciente de que a culpa é quase toda minha,mais eu quero mudar e já estou colocando em prática…eu amo muito ela e não sei se consigo reconquistá-la,ela disse que não me ama mais e já faz um tempo que ela conversa com uma moça e que está fazendo ela se afastar mais ainda de mim e eu estou sofrendo muito por isso…o que eu faço????

  3. Muito bom o processo de coaching apresentado no filme. Parabéns pela análise. Gostei muito. Estou fazendo o curso de e Coach e assisti ao filme como uma tarefa.