preloder

Os cinco componentes da IE Inteligência Emocional definidos por Daniel Goleman são: autoconsciência, autorregulação, motivação, habilidades sociais e empatia.

Podemos ser fortes em algumas dessas áreas e ter mais dificuldades em outras, mas todos temos o poder de melhorar em qualquer uma delas.

Avaliar e reconhecer a presença de inteligência emocional não é muito fácil, pois envolve diversos fatores que precisam ser aprofundados e bem entendidos.

Reconhecer os sentimentos, identificar as emoções e dar nome e entendimento a elas, significa autoconhecimento, e isso é sinal de inteligência emocional. Quanto maior a capacidade de identificar as emoções, melhor domínio sobre elas, e também maior aprofundamento na percepção dos sentimentos, facilitando achar as causas e focar nas soluções.

O que torna algumas pessoas mais felizes e realizadas que outras no trabalho e na vida?

Recursos intelectuais são importantes, porém não é tudo. Nossa inteligência emocional, a maneira como gerenciamos as emoções, tanto as nossas como as dos outros é que vão determinar nossa felicidade e nosso sucesso.

O modo como percebemos, nos relacionamos e regulamos nossas emoções terá repercussões em quase todos os aspectos de nossa vida. Para colocar em termos bem práticos, a inteligência emocional é como a sabedoria obtida com as experiências da vida, em oposição à experiência adquiridas na sabedoria dos livros. Ela é responsável em grande parte pela capacidade de uma pessoa ser bem sucedida na vida, tanto profissionalmente quanto pessoalmente.

As pessoas maduras emocionalmente, normalmente são autoconfiantes, tem clareza de seus objetivos, são resistentes, flexíveis e tem adaptabilidade. São capazes de recuperar-se rapidamente de uma situação desafiadora e estressante.

Você é uma pessoa inteligente emocionalmente?

Lista com alguns sinais de inteligência emocional e resiliência

  1. Você sente curiosidade sobre pessoas que não conhece.

Você gosta de conhecer novas pessoas e naturalmente tende a interagir e se comunicar com facilidade ao ser apresentado a alguém? Se sim, é sinal de certo grau de empatia, um dos principais componentes da IE.

Pessoas altamente empáticas, extremamente sintonizadas com as necessidades e os sentimentos dos outros, agem com sensibilidade, sendo curiosas e interessadas genuinamente em saber mais sobre os outros.

  1. Você é um ótimo líder (de si mesmo, das pessoas e ambientes)

Segundo Goleman, líderes excepcionais costumam ter além das competências primordiais para o sucesso como: talento, ética profissional e ambição, eles também possuem um alto nível de inteligência emocional. Em sua pesquisa ele descobriu que os líderes que se saíram extremamente bem em seus papéis, devia à IE e não aos recursos intelectuais.

  1. Você conhece suas forças e suas fraquezas.

É muito importante a autoconsciência, ser honesto consigo mesmo sobre quem você é. Saber onde você se sai muito bem e onde você tem dificuldade, e sobretudo entender e aceitar isso. Uma pessoa emocionalmente madura aprende a identificar suas áreas de força e de fraqueza, procura trabalhar com maior eficácia dentro desse quadro.

Essa consciência gera a autoconfiança, que é um dos grandes fatores da IE. “Se você sabe em que é realmente eficaz, pode operar a partir dessa confiança”, diz Goleman.

  1. Você tem atenção e foco.

Você se distrai facilmente? Se sim, isso pode impedir que você tenha um maior nível de inteligência emocional.

A capacidade de suportar distrações e se concentrar na tarefa a ser feita é um grande segredo da inteligência emocional, diz Goleman. Sem estar no agora, presente consigo mesmo e com os outros, é difícil desenvolver autoconsciência e relacionamentos fortes.

  1. Quando você se chateia, sabe exatamente por quê.

Todos nós experimentamos uma série de instabilidades emocionais no decorrer do dia, e muitas vezes nem sequer compreendemos o que está causando uma onda de raiva, medo ou de tristeza. Porém um aspecto importante da autoconsciência é a capacidade de reconhecer de onde vêm as emoções e saber por que você está aborrecido. Autoconsciência também é reconhecer as emoções quando elas surgem, em vez de identificá-las mal ou até mesmo ignorá-las. Pessoas emocionalmente inteligentes são capazes de examinar o que estão sentindo e o efeito da emoção sobre elas.

  1. Você se dá bem com a maioria das pessoas.

“Ter relacionamentos satisfatórios e eficazes, é um grande um sinal de inteligência emocional”, segundo Goleman.

  1. Você se importa profundamente em ser uma pessoa boa, ética e moralmente.

Um aspecto da IE é nossa “identidade moral”, princípios, valores e bons costumes. Se você é uma pessoa que se importa em construir esse lado de si mesma (independentemente de como você atuou em situações morais do passado, pode ter um bom sinal de maturidade emocional.

  1. Você se dá um tempo para desacelerar e ajudar os outros.

A maioria das pessoas em uma boa parte do tempo, estão completamente concentradas em si mesmas. Se você tem hábito de parar e prestar atenção as pessoas, seja saindo do seu caminho para cumprimentar alguém ou ajudando uma pessoa idosa, você demonstra inteligência emocional. ” Ser mais atencioso, em contraste com estar absorvido em seu mundinho, é sinal de empatia e compaixão, componente importante da IE.

  1. Você é bom em ler as expressões faciais das pessoas.

Ser capaz de sentir como os outros estão se sentindo é bastante importante para ter um bom nível de Inteligência emocional.

  1. Depois de sofrer um baque e cair você se levanta rapidamente.

A forma como você lida com os erros e fracassos diz muito sobre quem é você. Indivíduos com alta IE sabem que se há uma coisa que todos temos de fazer é aprender com os erros da vida e seguir em frente. Quando uma pessoa emocionalmente madura sofre um fracasso ou revés, ela se recupera rapidamente. Isto acontece por elas serem resilientes e resistentes. Elas vivem e experimentam atentamente as emoções negativas sem perder o controle.

  1. Você é um bom juiz de caráter.

Você na maioria das vezes consegue ter a sensação de quem uma pessoa é na sua índole e caráter desde o primeiro momento. Suas intuições e sentimentos raramente se enganam?

  1. Você confia em seu instinto.

Uma pessoa com inteligência emocional é alguém que se sente à vontade ao seguir sua intuição, diz Goleman.  Se você é capaz de confiar em si mesmo e em suas emoções, escutando aquela voz interior que lhe diz que caminho deve seguir, isto é sinal de IE.

  1. Você sempre está auto motivado.

Você sempre foi motivado, trabalhador, ambicioso e dedicado desde criança, mesmo quando não era recompensado por isso? Se você é uma pessoa atuante e motivada, e consegue focar sua atenção e sua energia para perseguir seus objetivos, isto também é sinal de alto nível de Inteligência Emocional.